Os Dez Piores Ingredientes Na Indústria Alimentícia

Você sabia que 90% dos produtos que vemos nas prateleiras do supermercado são carregados de ingredientes processados​? A dura realidade é que estes ingredientes estão nos causando diversas doenças modernas que antes não existiam e nos matando a cada mordida. Eles são viciantes e geralmente mascarados com uma série de publicidades criativas, mas enganosas.

No entanto, há um fato surpreendente sobre a nossa saúde, que esquecemos de vez em quando. Todos nós temos o controle de cem por cento sobre o que escolhemos para colocar em nossos corpos. É um fato simples e poderoso, mas que precisamos relembrar antes de jogar algo para dentro.
 
Imagine que seu corpo é um templo sagrado, você deve ver e analisar claramente o que entra pelas portas deste templo.
 
É difícil? Sim, é. Porque necessita muita disciplina para analisar quais ingredientes contém naquele alimento. Quando você entra no supermercado e vê uma comida que tem duração de 1 ano por exemplo, algo está errado, como um alimento pode ter validade de 1 ano, 2 anos? É possível se ele for bombardeado de conservantes e diversos ingredientes químicos para manter sua bela aparência.
 
Veja a lista dos 10 piores ingredientes para sua saúde. Fique atento, anote todos ingredientes e analise,  pois pode ser que aquele produto que você tanto ama não seja tão inocente como você imagina.
 
1) Benzoato de Sódio
Qual é o problema? Um conservante de alimentos comum que impede o crescimento de fungos e leveduras. Quando combinados com as vitaminas C ou E, produz o benzeno cancerígeno. O benzoato de sódio priva nossas mitocôndrias (tomadores de energia celular) de oxigênio. Ele também tem sido associado a provocar hiperatividade nas crianças.

O que é isso? Encontrado em sucos, conservas, refrigerantes, molhos para saladas pré-fabricados, condimentos.
 
2) BHA e BHT (Butil-hidroxianisol butilado e hidroxitolueno)
Qual é o problema? Um conservante que impede a quebra de gorduras. O Instituto Nacional de Saúde do EUA afirma que BHT/BHA são “razoavelmente cancerígenos para os humanos“. Um substituto natural que faz o mesmo trabalho na preservação de alimentos seria a vitamina E, que você pode encontrar na seção de comida natural.

O que é isso? Encontrado em batata frita, banha, manteiga, cereais, purê de batatas instantâneo, conservas de carne, cerveja, pães, bebidas e sobremesa, misturas, goma de mascar e outros alimentos.
 
3) MSG (glutamato monossódico)
Qual é o problema? Um realçador de sabor que é conhecido por danificar o centro da regulação do apetite na área do cérebro conhecida como hipotálamo, causando resistência e eliminando, assim, a sensação de estar “cheio”. Ele é conhecido como um excitotoxina, um produto químico super estimulante. MSG também promove a inflamação do fígado e displasia.

O que é isso? Encontrado em enlatados e sopas enlatadas, misturas de sopa secas, refeições congeladas preparadas, refeições preparadas enlatados, fastfood,comida chinesa, guisado, pimentão, feijão enlatado, molho para salada e os famosos temperinhos usado pelas mamães para dar sabor a nossa comidinha.
 
4) Adoçantes Artificiais
Qual é o problema? Usado como um substituto para o açúcar. Foi recentemente descoberto que os adoçantes artificiais mudam a enorme colônia de bactérias benignas existentes em nosso intestino para bactérias nocivas que aumentam o risco de diabetes e obesidade. Um estudo também descobriu que mulheres que bebem dois refrigerantes diet por dia tem 50% mais probabilidades de morrer de doenças relacionadas com o coração.

O que é isso? Encontrado em iogurtes de baixas calorias, águas com sabor, sucos, gomas, refrigerantes diet, salgadinhos. (Adoçantes artificiais comuns: acessulfame de potássio, aspartame, glicerol, HSH, isomalte, lactitol, maltitol, polidextrose, sacarina, sorbitol, Sucralose). Existe adoçantes naturais como Stévia, e outros
 
5) Bromato de Potássio
Qual é o problema? Um aditivo alimentar utilizado na confecção de pão para amaciar e branquear a massa. Bromato de potássio é proibido em países como Canadá, Brasil e China, devido as suas propriedades cancerígenas. É particularmente conhecido por provocar o cancro renal e da tireoide. Embora a maioria do bromato de potássio quebre-se durante o processo de cozimento, os testes confirmaram que as quantidades vestigiais podem permanecer em produtos de panificação acabados.

O que é isso? Encontrados em pães de sanduíche de fast-food, pizzas congeladas pré-fabricados, populares massas de marca, assados ​​e processados.
 
6) Acrilamida
Qual é o problema? A acrilamida é um produto químico cancerígeno , um subproduto do processamento de alta temperatura.

O que é isso? Encontrado em alimentos aquecidos acima de 120 graus celsius. Frituras, como batatas fritas. A fumaça do cigarro também contém acrilamida.
 
7) Nitrito de Sódio ou Nitrato
Qual é o problema? O sal utilizado principalmente na preservação de carne processada. Nitratos e nitritos têm sido associados ao câncer de pâncreas em ratos. Diminuir a quantidade de consumo de produto animal também é importante. A Onu afirma em um novo relatório que 70% das doenças modernas é de origem animal.

O que é isso ? Encontrado em salsichas, bacon, carnes, embutidos e sopas enlatadas.
 
8) HFCS (Xarope de Milho)
Qual é o problema? Um açúcar processado e refinado extraído do milho, conhecido por contribuir para diabetes, síndrome metabólica, e muito mais. Os americanos consomem mais calorias do HFCS que qualquer outra fonte.

O que é isso? encontrados em refrigerantes, doces, lanches de lanchonetes, sucos concentrados, cereais processados​​, xaropes de café, coberturas de sorvetes, condimentos.
 
9) Óleo Vegetal Bromado (BVO)
Qual é o problema? BVO é um aditivo alimentar que mantém o aroma em refrigerantes e bebidas de esportes. Ainda é legal nos EUA, mesmo que seja proibido na União Europeia, Japão e Austrália, pois contém bromo, o elemento encontrado em retardadores que tem sido associados a problemas nervosos. No início deste ano, Fanta, Mountain Dew e Gatorade anunciaram que tinham removido BVO de seus produtos, mas algumas marcas de refrigerantes genéricos ainda o utilizam, por isso, veja sempre a lista de ingredientes. 

O que é isso? Encontrado em refrigerantes e bebidas esportivas.
 
10) Cores Azul, Verde, Vermelho e Amarelo…
Qual é o problema? As cores artificiais têm sido associadas a problemas na tireoide, supra-renal, bexiga, rins. Existem também corantes naturais que são mais recomendados que os artificiais.

O que é isso? Encontradas em doces coloridos, cereais, barras de chocolate,sucos, bebidas esportivas.
 
Faça um simples teste. Pegue uma batata frita processada e coloque-a em um local cheio de formigas. As formigas não vão devorá-la, porque simplesmente não podem, devido a quantidade de conservantes.
 
Dicas Úteis

1 – Uma das melhores maneiras de evitar todos estes ingredientes é comprar 100% orgânico. Produção de alimentos orgânicos obedece rígidas diretrizes que garantem que o alimento não contém aditivos químicos nocivos. Embora os preços dos alimentos orgânicos sejam maiores que os não-orgânicos, através da compra de 100% orgânico você está garantindo uma maior qualidade de vidam, sem toxinas desnecessários que se acumulam em seu corpo, e que futuramente talvez você gastará mais para recuperar sua saúde. 
 
2 – Quanto mais sabemos das estratégias da indústria alimentícia, que visam apenas lucros e não se preocupam realmente com nossa saúde. Cada vez mais, devemos assumir a tarefa de preparar nossas refeições. Compre alimentos in-natura e prepare seus próprios bolos e refeições com as centenas de alimentos oferecidos pela nautreza. E também o simples ato de ter mais contato com a natureza já nos ajuda a reconectar com essa energia natural que muitas vezes esquecemos.
 
3 – Se vai sair, se vai ao cinema, leve o suco dos seus filhos em um recipiente, prepare um sanduíche natural feito por você e evite comer na rua.
 
4 – Mapeie restaurantes naturais que buscam uma visão consciencial, holística e saudável dos alimentos e que se preocupem realmente com o bem estar de seus clientes.
 
Pois se boicotamos essa “mania” da indústria alimentícia em utilizar ingredientes danosos a saúde, podemos quem sabe, mudar o paradigma dessas empresas em nos respeitar.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *